Category

Paraná

Category

Nesta 5ª feira, dia 12 de maio, o advogado e poeta Gilmar Cardoso foi empossado como membro efetivo do Rotary Club de Curitiba. Com a presença do Governador do Rotary Distrito 4730, Jorge Humberto Agudelo Franco (ano rotário 2019-20) e sob a presidência de Esdras Marinzeck Leon, na 39ª reunião ordinária presencial, na sede do Palacete do Batel, na capital do Estado, que contou com a participação de companheiros, convidados e visitantes.

O Rotary Club de Curitiba é o clube rotário mais antigo da capital, fundado em março de 1933, o sexto do Brasil, tendo como padrinho o Rotary Club do Rio de Janeiro, e que foi o primeiro clube da região do Paraná e Santa Catarina. Em seu discurso de posse, Gilmar Cardoso dedicou uma saudação especial aos companheiros Rafael de Lala Sobrinho, decano dos jornalistas e meu padrinho; Marcos Domakoski, do Movimento Pró-Paraná – uma referência ética à me guiar e o professor Jorge Luiz Bernardi – vereador de Curitiba por sete mandatos e atual vice-reitor da Uninter; em nome de todos com os quais teremos a oportunidade de uma convivência fraterna diária e a prática do companheirismo rotário; além de fazer menção aos seus convidados Lydia Luyza, a filha que representou a família na solenidade e o amigo Silvestre Tino Staniszewski.

O novo companheiro rotário Gilmar Cardoso descreveu que a responsabilidade pública na união de voluntários que buscam entrar em ação para causar mudanças duradouras em si mesmo, nas comunidades e no mundo; deve sempre trazer-nos à lembrança as figuras exponenciais daqueles à quem o legado histórico é nossa herança perene: Vitor Ferreira do Amaral, Francisco Lourenço Johnscher, Ivo Leão, Manoel Ribas, Ermelino de Leão Júnior, Rivadavia de Macedo; além dos desembargadores que exerceram a presidência do Tribunal de Justiça do Paraná, como Ernani Guarita Cartaxo, Celso Rotoli de Macedo, Henrique Lenz Cesar e Clotário de Macedo Portugal, sendo os últimos dois ainda governadores do Estado do Paraná.

Registre-se, ainda, que dentre nossos presidentes e suas contribuições significativas para o desenvolvimento da cidade, pós-morten alguns deles foram homenageados com a denominação de ruas nesta Capital; como Milton Macedo Munhoz, Ruy Fonseca Itiberê da Cunha, José Luiz Demeterco, Anielo Pierri, Carlos Alberto Pereira de Oliveira, Arides Pinho e Erasto Gaertner, além de Clotário Portugal e Ermelino de Leão. Sem contar aqueles que lideraram e lideram importantes e renomadas entidades civis do nosso Estado. Bem como, a todos nós, os demais membros desta instituição humanitária e referencial que unidos e reunidos buscamos cotidianamente a construção de um mundo melhor, a começar pela nossa comunidade extensivo ao Distrito 4730 e seu conjunto de 81 clubes rotários, afirmou Gilmar Cardoso.

A saudação inauguração do advogado e poeta registrou ainda, ao companheiro Presidente Esdras Marinzeck Leon nesse dia para mim histórico e memorável, dia 12 de maio, data em que comemora-se mundialmente o Dia da Enfermagem e o Dia do Enfermeiro, em homenagem a Florence Nightingale, marco da enfermagem moderna no mundo e que nasceu em 12 de maio de 1820 e Ana Néri, a primeira enfermeira brasileira e a primeira a se alistar voluntariamente em combates militares; símbolos do voluntariado e da prestação de serviços humanitários; coincidentemente, similares à nossa missão e vocação; concluo com nossos lemas oficiais de que é preciso DAR DE SAI ANTES DE PENSAR EM SI, porque efetivamente, MAIS SE BENEFICIA QUEM MELHOR SERVE.

“Contem sempre comigo! Quero fazer o máximo possível para honrar esta distinção, deferência e confiança. Venho para servir e fazermos girar juntos a engrenagem do nosso símbolo maior: a denteada roda rotária. Para esta tarefa, prometo estar sempre atento aos princípios centenários de nossa Prova Quadrúpla à nos questionar ética e profissionalmente se o que estamos fazendo é VERDADE e JUSTO, criará BOA VONTADE E MELHORES AMIZADES e por fim, se será BENÉFICO para todos os interessados. Que O Grande Arquiteto do Universo, fonte fecunda de luz, de felicidade e de virtude, assim me ajude!”, concluiu Gilmar Cardoso.